Crítica | Obi-Wan Kenobi - 1ª Temporada | Expandindo o catálogo do Disney+ com mais do mesmo


Crítica | Coraline (2009) | FS Reviews

Até hoje existe uma relação um tanto quanto complicada entre os fãs veteranos de Star Wars e a Trilogia Prequel, a qual foi direcionada diversas críticas, por mais que ainda exista defensores dela. E agora, em 2022, anos depois do encerramento da mesma, tivemos o lançamento da série Obi-Wan Kenobi, que se passa entre A Vingança dos Sith e Uma Nova Esperança, disponibilizada diretamente no catálogo do Disney+, mas será que esta faz jus à fama de um personagem tão querido pelos fãs ? Descubra agora !


Sendo bem direto, estávamos bastante animados com o anúncio dessa série, uma vez que gostamos muito do universo de Star Wars e mais ainda desse personagem, mas se tratando de uma grande empresa como a Disney, também sabíamos da possibilidade desta produção ter sido feita apenas para preencher algum espaço dentro do catálogo do serviço de streaming da mesma, o que infelizmente se concretizou.


Veja bem, a premissa de Obi-Wan Kenobi é bem simples, isso fica claro logo nos primeiros dois episódios, que fazem questão de trabalhar a ideia de que nosso protagonista está "aposentado", ou pelo menos até que haja uma missão que necessite urgentemente de sua presença, obviamente uma consequência de ações previsíveis de alguns personagens, surpreso ? Pelo menos se você já parou para pensar um pouco, já deve ter notado que acabamos de falar é um conceito, um tanto quanto genérico, presente em diversas obras dos mais variados gêneros.


E vale destacar que nessa série, as conveniências são constantes e aparentemente propositais, o que dá a entender que a Disney queria entregar algum tipo de Fan Service de modo a atrair público para o lançamento e, consequentemente, assinantes para o Disney+. Isso pode ser de agrado dos que se importam apenas com o que lhes é dado, embora seja motivo de angústia dos mais observadores. Nós, estamos no meio termo, uma vez que curtimos todas as referências ao vasto universo de Star Wars, ao mesmo tempo que admitimos não termos gostado nem um pouco de como isso nos foi apresentado.


Outro ponto que pesa por aqui, é no que diz respeito ao foco narrativo, pois quando estamos começando a ver evolução nesse aspecto, a série regride para tentar forçar alguma conexão com outros filmes, isso pendura até o encerramento da temporada no episódio 6, que pelo menos dá a Obi-Wan Kenobi um final intrigante, que deixa margem para uma possível 2ª temporada.


De resto, temos ótimas atuações atribuídas à coreografias amadoras em grande parte do tempo (aparentemente culpa da direção de Deborah Chow), cenas de ação divertidas porém medianas no quesito técnico, efeitos especiais relativamente bons e também uma trilha sonora clássica de Star Wars.


Fechando nossa análise, dá pra dizer que embora seja divertida, a nova série do Mestre Jedi acaba servindo apenas para preencher lacunas de espaço narrativo dentro do universo e para preencher o catálogo do Disney+ com produções que atraiam os fãs, por mais que não do jeito certo.



1 comentário